Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Poemus

Ciclo de Poesia e Música da Casa Álvaro de Campos Tavira

Poemus

Ciclo de Poesia e Música da Casa Álvaro de Campos Tavira

19/03/22

TEMPORADA 2022

__________________________________________________________________________________

sessão #42 |  abril.22 / 2022  |   BMAC - Tavira

Amor ou Sanidade

SOFIA BRITO | VILMA KEUCHGUERIAN | GUILHERME LIMÃO

__________________________________________________________________________________

Poesia | Sofia Brito
Música | Vilma Keuchguerian | Guilherme Limão
Voz | Sofia Brito
Guitarra, flauta, percussão, voz | Vilma Keuchguerian
Produção electrónica | Guilherme Limão

SOFIA BRITO.jpg

O conceito de escrita aproxima-se do existencialismo. São textos poéticos livres de regras métricas, talvez puros manifestos buscando temas que sejam transversais a todos nós. A perda, o amor, a morte, a vida... Para cada um deles, Guilherme Limão procura levar os sentidos do público através do ambiente da sonoridade que emprega na busca de aproximar a sensação à emoção do poema, enquanto Vilma Keuchguerian ajusta a musicalidade, no sentido íntegro da palavra.

278910462_5059466534138195_5358878747402648121_n.j

__________________________________________________________________________________

sessão #40 |  março.18 / 2022  |   BMAC - Tavira

Emoções Bárbaras

CLÁUDIA TOMÉ SILVA

__________________________________________________________________________________ 

Poesia  |  Cláudia Tomé Silva, J. Morrison, L. Cohen, R.M.Rilke, Armando Correia, Cláudia R. Sampaio
Música |  L. Einaudi, D.Williams, Loopop, Josh Lippi & The Overtimers, Godmode, A.Cohen, The Mini Vandals, A. Huang, R. K. Collier, U.Oneykwe, Q.Moreira
            Performance | Cláudia Tomé Silva         Voz-off | Mauro Amaral  - Assistente produção |  Sara Martins 

275997898_1544983529220545_5745348364718371807_n.j

Um ser num avançado estádio de evolução pede ao seu mestre para regredir porque sente falta de viver as emoções bárbaras, como fome, frio, prazer, medo e saudade. Uma viagem ao mundo psíquico, carnal e visceral do ser humano, numa performance de poemas autorais, com banda sonora.

"Permite que te aconteça tudo: beleza e terror. Simplesmente continua, nenhum sentimento é definitivo." (R.M. Rilke)

275912821_489448136039591_2287104312348279025_n.jp

___________________________________________________________________________________________________     

sessão #39 |  março.04 / 2022  |   BMAC - Tavira

Cândido Guerreiro - 150 anos do poeta de Alte

EDUARDO RAMOS

__________________________________________________________________________________ 

Poesia  |  Cândido Guerreiro - João Lúcio 
Música |  Eduardo Ramos
Guitarra, alaúde, voz |  Eduardo Ramos

POEMUS #39 - EDUARDO RAMOS.jpg

Neste recital, o músico, que atualmente vive em Silves, apresenta uma homenagem a Cândido Guerreiro, para comemorar o 150º do seu nascimento em Alte, a 3 de dezembro de 1871. Criou a música, canta e declama vários poemas do escritor. Eduardo Ramos é cantor, compositor, músico autodidata e multi-instrumentista. Tem 11 discos gravados e tem feito concertos em festivais de Portugal, na Europa e em Marrocos. Acompanhou com o alaúde, o grande poeta palestiniano Mahmoud Darwich, declamando poesia no Mosteiro da Arrábida e no C.C. de Cascais. Presentemente toca: Música Medieval Galaico-Portuguesa, Música Árabe, Sefardita e Cantigas Portuguesas Tradicionais.

274892628_1154881271717988_7879873995207096143_n.j

__________________________________________________________________________

07/05/21

TEMPORADA 2021

___________________________________________________________________________________________________     

sessão #38 |  novembro.26 / 2021 

Oráculo Pessoa

Sofia Pimentão | Filipe Santos

__________________________________________________________________________________ 

Poesia  |  Fernando Pessoa 
Música | 
Variações inspiradas na obra de Carlos Paredes 
Guitarra portuguesa | 
Filipe Santos
Performance  |
 Sofia Pimentão

ORACULO FP.jpg

Performance interactiva em que Sofia Pimentão encarna o poeta Fernando Pessoa em modo estátua viva, detentora do livro dos oráculos. O público é convidado a aceitar a resposta para a dúvida e lê-la para os presentes. Acompanhados pelo músico Filipe Santos.

oraculo 1.jpg

o6.jpg  o2.jpg    o5.jpg

_________________________________________________________________________________________________     

sessão #37 |  novembro.12 / 2021 

O Guardador de Rebanhos Vem à Festa

Celso Candeias e Zé Tenente

__________________________________________________________________________________ 

Poesia  |  Alberto Caeiro 
Música |  
Zé Tenente 
Guitarra eléctrica |  
Zé Tenente
Voz  |
 Celso Candeias

cartaz-poemus-caeiro.jpg

Celso Candeias e Zé Tenente nasceu no Alentejo os viu nascer. Encontraram em Tavira o regaço e o afeto de uma mãe adotiva, que inconscientemente os encaminhou para a vida contemplativa, despertando-lhes a veia adormecida da criação e do prazer. 

Esta é uma performance poético-musical que retrata a visita de Alberto Caeiro à festa de aniversário do seu meio-irmão Álvaro de Campos. Através da criação de melodias suaves e contemplativas e da interpretação sentida de poemas de Alberto Caeiro, pretende-se que a assistência exercite a sensibilidade dos seus 5 sentidos, não pensando em mais nada, pois como o próprio Alberto dizia “pensar é estar doente dos olhos”.  

255592001_378619323962941_7395703916564309744_n.jp

___________________________________________________________________________________________________

          sessão #36 |  outubro.15 / 2021 

A Cidade e o Campos

  Dispersos de Pedro Jubilot (sobre Tavira e Álvaro de Campos)

__________________________________________________________________________________ 

Poesia  |  Pedro Jubilot, Álvaro de Campos
Música  |  Marcelo Montes, Erik Satie

                                                                   Piano  |  Marcelo Montes                                                                                       Leituras | Vítor Correia, Mª João Calvinho, Pedro Jubilot, Paula Ferreira, Miguel Andrade, Fernanda Guerra, Vítor Gil Cardeira, Tela Leão

244909774_4543486952379382_6202447485708294044_n.j

Pontuada a piano solo, esta sessão de leitura de poesia contempla fragmentos e poemas dispersos de Pedro Jubilot, e alguns versos adaptados de Álvaro de Campos.  Imagina-se em torno da sua/nossa cidade, no seu e nos nossos tempos, interagindo com personagens reais, artistas da cidade, de hoje e de sempre – e a sua envolvência na vida e na paisagem. Em fundo imagens da cidade fixadas por Miguel Andrade.

244769962_260016452802772_7820233711266641843_n.jp244750834_559756015124960_8444228459176774042_n.jp245816301_429832855154574_498895563376686624_n.jpg245824677_156293603383497_4244106265926678883_n.jp

___________________________________________________________________________________________________

                                                                   sessão #35 |  outubro.1 / 2021 

Raposinha

  FERNANDO PESSANHA

__________________________________________________________________________________ 

               Poesia  | texto do capítulo xxi de 'O Principezinho' de Antoine de Saint-Exupéry
Música  | Fernando Pessanha
piano |  Fernando Pessanha 
voz |  Susana Helena de Sousa 
  

RAPOSINHA - FERNANDO PESANHA.jpg

 Raposinha é uma performance artística constituída por música para piano, projecção de vídeo e declamação literária. Tendo como imaginário os ensinamentos da personagem da Raposa criada por Antoine de Saint-Exupéry, o pianista Fernando Pessanha compôs uma banda sonora cujas composições são acompanhadas pelos vídeos produzidos por Neuza Monteiro, da Freeproject Creativebox, Tiago Carvalho, da Placet Audiovisuais, e Adela M. Sevilla, da EditaMarketing, e por declamações do capítulo XXI de "O Principezinho" por parte de Susana Helena de Sousa

244367725_1434833006902265_7514036553320354056_n.j

___________________________________________________________________________________________________

                                                                   sessão #34 |  setembro.18 / 2021 

Chico Buarque : Letra & Música

  IS BOSSA JAZZ TRIO

__________________________________________________________________________________ 

               Poesia  | Francisco Buarque de Hollanda
Música  | Francisco Buarque de Hollanda
Voz, Flauta transversal |  Carlos Mendonça 
Percussão |  Paulo Santosh 
Guitarra |  Alexandre Carvalho
 

c2.jpg

Regresso do ‘Is Bossa Jazz Trio’ ao palco do Poemus. Três músicos com vertentes e experiências musicais distintas, juntam-se para rever e apresentar desta vez, um grupo de canções em homenagem ao vencedor em 2019, do Prémio Camões (o mais importante da literatura a premiar um autor de língua portuguesa pelo conjunto da sua obra) - Francisco Buarque de Hollanda. Mais conhecido como compositor e interprete de canções, tem escrito teatro, romance e poesia. Revisitam alguns dos mais emblemáticos temas do autor como ‘O Meu Amor’ ou ‘Tanto Mar’.

242492494_426921342188409_3415886568251107916_n.jp

___________________________________________________________________________________________________

                                                                   sessão #33 |  setembro.3 / 2021 

Uma Regra Sem Excepção

  JOAQUIM MORGADO

__________________________________________________________________________________ 

               Poesia  | Joaquim Morgado, Alberto Caeiro
Música  | Joaquim Morgado
Voz, guitarra, composição | Joaquim  Morgado
 
JOAQUIM MORGADO.jpg

Joaquim Morgado, poeta e marginal – Natural de Faro, sujeito de profissão indefinida que pratica a poesia como método de auto-psicanálise e a música como terapia cognitiva-comportamental. À parte outros activismos culturais e esporádicas intervenções, tem publicado em edições avulsas o resultado das suas intermináveis indagações. “Uma regra sem excepção” é um encontro constante de música, poesia e alguma divagação, delineado em torno de emoções, sentimentos e idéias relacionados com o desenho geral da arte e da vida, a partir do ponto de vista da poesia.

241573408_905942573335705_5837730974585529683_n.jp

_____________________________________________________________________________________________________

                                                                   sessão #32  |  agosto.27 / 2021 

 Fushi

  FUSHI

__________________________________________________________________________________

                               Poesia  | Sara Badalo, Álvaro de Campos
Música  | André Feranades
Voz, efeitos, melodias |  Sara Badalo
Bateria | Alexandre Frazão
Guitarra e máquinas | André Fernandes
 

FUSHI.jpg

Considerado um dos mais relevantes guitarristas da actualidade e recentemente vencedor do prêmio Play por melhor álbum de jazz, André Fernandes junta-se à vocalista Sara Badalo e ao baterista Alexandre Frazão no seu novo projecto que junta sonoridades electrónicas contaminadas por viagens espaciais, cenários distópicos e poesia futurista.

FUSHI produzem música que nos transporta de um lugar de conforto para outros inesperados, aliando o som da guitarra à voz ora cristalina, ora processada até ao ponto de se assemelhar a outros instrumentos, envolvidos pela criatividade sobejamente conhecida da bateria de Alexandre Frazão.

 

240807177_882795699302423_696189934669424180_n.jpg

___________________________________________________________________________________________________

                                                                   sessão #31  |  julho.23 / 2021 

It was a word so round (era um redondo vocábulo)

  RITA GARLAND

__________________________________________________________________________________

                               Poesia  | Rita Garland, Julieta Lima, Florbela Espanca, José Afonso, Leonard Cohen
Música  | Rita Garland, José Afonso, Leonard Cohen
Voz, Guitarra, Composição |  Rita Garland
Participação especial  | Genoveva Faísca 
 

RITA GARLAND -.jpg

Nascida em Olhão, mudou-se para Dublin em 1994, mas todos os anos, em julho, regressa à Ilha do Farol, desta vez com uma passagem pelo Poemus.  É professora de guitarra na sua comunidade local, e colabora com músicos de Dublin, nos grupos Leonard’s Corner, tributo a L. Cohen, Resistance Choir, coro dedicado a causas sociais e cancões de protesto, e no quarteto de guitarras The Polytonics. Recentemante tomou o desafio de musicar poemas seus (em inglês e português) e de Florbela Espanca, Emily Dickinson ou Julieta Lima.  E preparou uma surpresa sobre o seu ídolo – José Afonso.

Rita Garland.jpg

 

oriana.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sala auditório da Biblioteca Municipal de Tavira - Entrada Livre |   Lotação limitada a 22 pessoas - Asseguradas as regras previstas no plano de contingência -Necessário reserva por Messenger do Facebook da Álvaro de Campos (Casa-Tavira)  - Presença no local 15 min. antes.

______________________________________________________________________________________________

                                                                   sessão #30  |  junho.25 / 2021 

Canções do Mundo Interno

  CARLA PONTES  |  RICARDO MARTINS  |  NÉSTOR DÍAZ

__________________________________________________________________________________

                               Poesia  |  Maria do Rosário Pedreira, Amália Rodrigues,
Florbela Espanca, Manuela de Freitas, José Afonso, Espirituais tradicionais
Música  | Ricardo Martins, José Afonso, Armando A. Freire,
Carlos Gonçalves, Teresa Silva Carvalho, Armando Machado, Espirituais tradicionais
Voz  |  Carla Pontes
Guitarra Portuguesa  |  Ricardo Martins
Guitarra, Trombone |  Néstor Díaz
 

canções mundo interno.jpg

O programa ‘Canções do Mundo Interno’ divide-se em três partes: O lamento e a saudade no universo feminino, com fados de letras escritas por mulheres; Cantares de tradição e liberdade, como homenagem a José Afonso e Espirituais negros, com canções de dor, mas também de esperança e devoção, cantadas pelos escravos afro-americanos. É, portanto, um programa que claramente nos recorda da igualdade, dos direitos humanos, da liberdade e da tradição.

206058749_500240837873551_5211390217725961355_n.jp                                                                                                                                                                foto ~ Artur Sobrero

                                  Sala-auditório Biblioteca Municipal de Tavira - Entrada Livre | Lotação Limitada - 22 pessoas

______________________________________________________________________________________________

                                                                   sessão #29  |  junho.11 / 2021 

Serena Voz Imperfeita

   MARCELO MONTES  |  RENATO AIRES 

__________________________________________________________________________________

Poesia  |  Fernando Pessoa
Música  |  Marcelo Montes, F. Schubert, E. Satie, A. Marcello
Voz  |  Renato Aires
Piano  |  Marcelo Montes
 

montes&aires.jpg

Este duo de tavirenses, há muito parceiros artísticos da Casa Álvaro de Campos, representa esta associação cultural em 2021, no evento ‘Tavira Primavera D’Artes’, organização da C.M.Tavira. Selecionaram para o efeito, poemas do Cancioneiro de Fernando Pessoa, lidos e interpretados por Renato Aires e acompanhados ao piano por Marcelo Montes, quer em composições de sua autoria, ou interpretando peças clássicas ou contemporâneas.
 
Transmissão via Facebook do Município de Tavira
Recital gravado na Sala Foyer da Casa Álvaro de Campos Tavira

______________________________________________________________________________________________

                                                                   sessão #28  |  maio.28 / 2021 

La Donna Ignobile

GENOVEVA FAÍSCA 

__________________________________________________________________________________

Poesia  |  Genoveva Faísca
Música  |  Genoveva Faísca
Voz  |  Genoveva Faísca
Guitarra  |  Genoveva Faísca
 

P - Cópia.jpg

A artista que vive perto do farol mais a sul do país, apresenta-se ao vivo numa sessão que conjuga os poemas e os desenhos do livro 'La Donna Ignobile' (Poesia A Sul, 2020) com as composições que fez para eles, através da sua muito própria orquestra pessoal, para uma performance global transmitida por uma voz especial, única, que está de volta, no regresso das sessões Poemus, na temporada 2021.                                                                           

                                                                       Sala auditório da Biblioteca Municipal de Tavira                                                                              Entrada Livre |   Lotação limitada a 22 pessoas      

191959768_502011470850103_7871387905117348292_n.jp

05/03/20

TEMPORADA 2020

 

______________________________________________________________________________________________

                                         sessão #27| dez.18 / 2020 | online página FB da CAC-T

Três Milénios de  Poesia Algarvia

A ILHA FRIA

____________________________________________________________________________________________ 

Arsénio Martins | guitarra, composição  

 Nuno Miguel Neto | Leitura; declamação                Zacarias Pinheiro | Leitura; declamação

 

Neste espectáculo interpretam poemas de Ibn Darraj al Qastalli, Al- m`utamid, João Braz, Cândido Guerreiro, António Pereira, Nuno Júdice, Sophia de Mello Breyner Andresen e Nuno Miguel Neto.

Arsénio Martins, pianista e compositor apresenta-se neste projeto como guitarrista e interprete de algumas composições originais. Tem uma vasta experiência principalmente em formações de jazz e em apresentações em que liga a sua música a outras artes, como teatro, cinema e poesia.

Nuno Miguel Neto trabalha como Criativo, Consultor de Acessibilidades e Iniciador de Projetos. Desenvolve palestras e ações de Sensibilização na Área da Mobilidade A poesia é o seu "hobby" de referência, gostando de poemas curtos e intensos, que abordem História e as grandes Questões Sociais da Humanidade.

Zacarias Pinheiro, com formação em  teatro, lê e declama neste projeto de levar poemas a ouvir, pelo gosto que sente na representação e interpretação da palavra, que embora diferente da conceção do texto dramático, pode também ser objecto de criação teatral.

P.jpg

132285601_1250614125324155_6849563022096226705_n.j

______________________________________________________________________________________________

                                      sessão #26| nov.28 / 2020 | online página FB da CAC-T

Un Soir à Tavira

MAC DUNLOP

____________________________________________________________________________________________ 

Mac Dunlop | voz, poesia, piano, composição, interpretação, video     

SubZero | voz, traduções

Este recital integrou a programação da FESTA DOS ANOS DE ÁLVARO DE CAMPOS da Partilha Alternativa

Mac Dunlop: 

«A performance deste ano ‘Un Soir à Tavira’, tem o título adaptado do poema e composição musical de Fernando Pessoa, ‘Un Soir à Lima’. Pensado em AC como heterónimo ‘sensacionista’, lembro-me do mundo tão não-sensacionista em que vivemos hoje – o nosso pandémico mundo COVID de isolacionismo. Máscaras, luvas, desinfetante, limpeza, distância social, etc, …. deixa-nos a perguntar: o que sobra aos sentidos para apreciar? 

Talvez todos nos encontremos a viver remotamente, e na penumbra do como lembramos que as coisas deveriam ser. ‘Un Soir à Tavira’, é uma performance que foi criada porque não pode ter lugar. Esta é a sombra da performance, um evento da imaginação. Uma heterónimica peça do tempo, poesia e música que talvez possam ser tão reais quanto a ficção pode ser.» 

eu sou vírus para a terra um nada, uma partícula uma coroa…’       excerto de  'para o vento'  -  parte de  Un Soir à Tavira 

POEMUS 2020 -.jpg

ust-pt1-281120-the-wave-md-poster.jpg

______________________________________________________________________________________________

                                       sessão #25| out.23 / 2020 | online página FB da CAC-T

Opiário, de Álvaro de Campos

VITOR CORREIA  |  PEDRO ANTUNES

____________________________________________________________________________________________ 

Vitor Correia | voz             Pedro Antunes | composição, guitarra, canto

Este recital integrou a programação da FESTA DOS ANOS DE ÁLVARO DE CAMPOS da Partilha Alternativa

Vitor Correia Ator pela Escola de Formação Teatral do Centro Cultural de Évora,  e foi ator residente no Centro Dramático Do Algarve (Loulé), Teatro Das Beiras (Covilhã), Teatro Da Rainha (Caldas Da Rainha) e Artistas Unidos (Lisboa). Fundou em 2006 a Armação do Artista, onde dá formação, representa e encena para o público em geral e infanto-juvenil. Na tv entrou em várias séries e telenovelas e no cinema trabalhou com quase todos os realizadores nacionais.

Pedro Antunes - Autor, compositor e cantor nasceu em 1958 em Aveiro. Participou na Campanha de Dinamização Cultural do Movimento das Forças Armadas, fazendo parte, durante este período de vários grupos de música popular para os quais compôs as primeiras canções. Trabalhou, pela primeira vez, como músico profissional no Casino Peninsular da Figueira da Foz com o grupo “Compasso de Espera” em 1978. Estudou História e Ciências Sociaisem Braga na Universidade do Minho, e integrou como músico o Grupo de Teatro Universitário de Braga. Escreveu para este grupo temas originais para peças de teatro e tocou-as ao vivo durante as representações. Participou como músico em vários cursos de teatro, dados a grupos amadores do Norte. Foi diretor musical e fundador de vários grupos musicais. No Algarve colaborou com o grupo Ecos de Coimbra, foi fundador do grupo Fado Tropical e deu aulas na Academia de Música de Tavira, Jardim Escola João de Deus e noutras escolas. Durante a sua vida foi maestro de grupos corais (dedicados sobretudo à música polifónica tradicional portuguesa), compôs música para teatro e cinema bem como canções e instrumentais. 

121693218_1200017533717148_4164056012941337285_n.j

122035040_1204537036598531_4020635430036034436_o.j   122486022_1204537163265185_4235826659108624687_o.j

______________________________________________________________________________________________

sessão #24 | fev.28 / 2020

Há Uma Música do Povo

NÁDIA CATARRO  |  NUNO MARTINS

____________________________________________________________________________________________ 

Nádia Catarro | voz             Nuno Martins | viola

Nádia Catarro vive em Monte Gordo, Algarve, e aí trabalha. Desenvolve também atividade como fadista, actuando nas tradicionais casas de fado. Tem participado em vários eventos e concursos. Em 2013 gravou o cd ‘Dentro de Mim’. Paralelamente e fugindo um pouco ao variado repertório mais castiço e tradicional do fado, tem participado em festivais de poesia onde apresenta este espectáculo no qual interpreta poemas já adaptados a canção, de poetas portugueses como Fernando Pessoa, Florbela Espanca, José Carlos Ary dos Santos, Alexandre O’ Neil. Acompanhada à viola por Nuno Martins, a poesia  e o fado moram dentro desta sessão.

NÁDIA CATARRO.jpgP1260697.JPG

______________________________________________________________________________________________

sessão #23 | jan.17 / 2020

Poetas Cantados

ANA PI  |  STELMO BARBOSA  |  LUÍS MONTEIRO

____________________________________________________________________________________________ 

                         Ana Pi | voz           Stelmo Barbosa | guitarra               Luís Monteiro | bateria 

Concerto baseado em poemas de autores consagrados da literatura portuguesa, como Fernando Pessoa ou Manuel Alegre, mas que também divulga alguns novos poetas menos conhecidos. Ao mesmo tempo evoca os compositores que se inspiraram nas palavras destes poetas para escrever canções. Este espetáculo estreou na 3ª edição da Festa dos Anos de Álvaro de Campos, em Tavira. O alinhamento deste espetáculo é feito com composições de autores portugueses e brasileiros, assentes nesta nova musicalidade que cada vez mais chamamos de lusófona.

POEMUS 2020 -.jpg

83523577_801773667004175_7620005799741358080_n.jpg

05/03/20

TEMPORADA 2019

______________________________________________________________________________________________

sessão #22 | dez.6 / 2019

O Verbo e o Seu Reverso

GENOVEVA FAÍSCA  |  PAULA ROCHA 

____________________________________________________________________________________________ 

       Genoveva Faísca | cantado e dito        Paula Rocha | teclado e objectos

Nesta sessão deixem-se surpreender, levados por um percurso improvisado à volta da palavra e o sentido ou falta dele, com Genoveva Faísca, cantora e performer, cantadora de contos e poeta, que gosta de se procurar na arte do improviso e da exploração sonora & Paula Rocha, pianista e compositora radicada no Algarve, que tem desenvolvido trabalhos de composição para teatro, animação, curtas-metragens e dança, partindo das raízes do jazz.

22- genoveva.jpg

78534456_528783484376657_792843442353864704_n.jpg

______________________________________________________________________________________________

sessão #21 | nov.22 / 2019

Poesia 21

EXPERIMENT'ARTE

____________________________________________________________________________________________ 

Sónia Pereira | voz       Paulo Pires | voz & acordeão    Carlos Boita | piano

experimentarte@gmail.com – tel. 962790374 – http://grupoexperimentarte.blogspot.com/

Este recital é dedicado a todos os amantes e viajantes da/pela palavra. Poesia ou desenvoltura da máxima expressão mínima. Poesia eco. Poesia trampolim. Poesia (intro)versão. Poesia (r)evolução. Poesia que torna o dia e grito claros. Neste regresso aos palcos da poesia, o  projeto EXPERIMENT’ARTE traz no seu alinhamento  a poesia de Alberto Pimenta, Adília Lopes, António Lobo Antunes, Miguel Torga, Sophia M.B. Andresen, Nuno Júdice, Jorge de Sena, Jorge Sousa Braga, entre muitos outros…. e ainda algumas  surpresas.

P.jpg

IMG_3516.JPG

______________________________________________________________________________________________

sessão #20 | nov.8 / 2019

Sophia cantada e musicada

EDUARDO RAMOS

____________________________________________________________________________________________ 

Eduardo Ramos | viola clássica, alaúde árabe, berimbau, quissanje

Neste recital, o músico, que atualmente vive em Silves, apresenta uma personalizada homenagem a Sophia de Mello Breyner Andresen, no centenário do seu nascimento (Porto, 6 de novembro de 1919). Criou a música, canta e declama vários poemas da autora. 

Eduardo Ramos é cantor, compositor, músico autodidata e multi-instrumentista. Tem 11 discos gravados e feito concertos em Portugal, na Europa e em Marrocos, em diversos festivais. Acompanhou com o alaúde o grande poeta palestiniano Mahmoud Darwich, declamando poesia no Mosteiro da Arrábida e Centro Cultural de Cascais. Presentemente toca Música Medieval Galaico-Portuguesa, Música Árabe, Sefardita e Cantigas Portuguesas Tradicionais. Canta poetas portugueses com música de sua autoria.

POEMUS 20 - CARTAZ.jpg

IMG_3411.JPG

______________________________________________________________________________________________

sessão #19 | out.25 / 2019

Know All

MAC DUNLOP

____________________________________________________________________________________________ 

Mac Dunlop | voz, piano, poesia, composições sonoras

Mac Dunlop é um poeta e performer radicado em Falmouth, Cornwall, UK. O artista que inaugurou as sessões do Ciclo Poemus em outubro 2018, regressa, um ano depois, com uma nova série de poemas em Inglês, com tradução de Subzero para Português.‘Know All’, o novo trabalho, este ano apresentado, inclui projecções com música ao vivo, palavra e composições sonoras. Mac Dunlop is a poet and performance based in Falmouth, UK. The artist that started the Poemus Sessions in October 2018,is back, and brings a new series of poems in English with Portuguese translations by Subzero. This new work is titled "Know All" and includes projections with live music, words and sound compositions.

Para descobrir mais em /find out more at: - thepianolounge.wordpress.com   - thepoetrypoint.wordpress.com
- audio releases: macdunlop.bandcamp.com  contact: macd@cubecinema.com

mac dunlop (2).jpg

IMG_3278.JPG

______________________________________________________________________________________________

sessão #18 | out.19 / 2019

Flagrante Delitro

PEDRO MONTEIRO  |  RICARDO MARTINS

____________________________________________________________________________________________ 

Pedro Monteiro, voz        Ricardo Martins, piano

O ator Pedro Monteiro, interpreta poemas de ‘vinho e poesia’ de Fernando Pessoa, na companhia do pianista Ricardo Martins. «Báquica medieval», «Dobrada à moda do Porto» e «Aniversário» serão alguns dos poemas vínicos que poderemos ouvir nesta sessão especial do Poemus, incluída no evento do encontro anual Álvaro de Campos, e parte da programação da Festa dos Anos de Álvaro de Campos 2019. «Bebamos à saúde dele/ E à nossa saúde!/ Não falte caridade a quem deve, / Direito a quem recebe / Nem vinho a quem bebe!

PEDRO -RICARDO.jpg

oemus-flagrante-delitro.jpg

______________________________________________________________________________________________

sessão #17 | out.4 / 2019

a minha liberdade, as tuas asas

EDUARDO VAZ | MURIEL PIQUART| JINA NEBE

____________________________________________________________________________________________ 

        Eduardo Vaz | Muriel Piquart | Jina Nebe               Interpretação, violoncelo e guitarra

momento poético e musical multilinguístico reunindo autores de diversos tempos e países / a multilingual poetic and musical journey that brings together authors from different countries and times / un moment poétique et musical multilingue réunissant des auteurs de différents temps et pays

Muriel Piquart, francesa, é actriz (formada na escola de teatro ENSATT, Paris), produtora e encenadora teatral e música (violoncelista). Desde meados dos anos 1980 até hoje actuou e dirigiu em numerosas peças e concertos; é, também, professora e tradutora. Eduardo Vaz, português, é poeta, actor (formado na escola de teatro IFICT, Lisboa) e músico. Foi diplomata, professor e gestor de programas nos domínios educativo, social e cultural. Jina Nebe, checa e francesa, é música, artista plástica (pintura, fotografia, gravura) e arquitecta. Habituada ao palco desde criança, tem ainda uma vasta experiência enquanto artista plástica (exposições individuais desde 1985 até hoje).

POEMUS #17 - A MINHA LIBERDADE, AS TUAS ASAS.jpg

71751863_10212105051901228_1100653517846085632_n.j

______________________________________________________________________________________________

sessão #16 | set.21 / 2019

Canções de Mim

PAULO MOREIRA 

____________________________________________________________________________________________ 

Paulo Moreira |  voz e guitarra       

convidados: Tânia Silva  |  voz  Coral Feminino Outras Vozes, condução de Paulo Cunha

O actor, encenador e escritor Paulo Moreira interpreta algumas das canções que tem vindo a compor ao longo destes anos de intensa actividade cultural, com poemas do próprio e de autores como Pessoa e Camões. Conta com a participação especial vocal da actriz Tânia Silva, e do Coral Feminino Outras Vozes, conduzido por Paulo Cunha.

PAULO MOREIRA.jpg

70498385_2671351952895062_3129882886392512512_n.jp

 

______________________________________________________________________________________________

sessão #15 | jul.5 / 2019

GARVM POESIA  |  IN TENTO TRIO

 

____________________________________________________________________________________________

Fernando Cabrita | Uberto Stabile - leituras, textos      Gema Estudillo – apresentação, leitura

Fernando Pessanha | piano – Pedro Reis | baixo – Jorge Guedes | bateria

A recém criada editora Garvm estreou-se com dois livros de poesia – do português Fernando Cabrita – ‘O Poema Triste de Deus’ e do espanhol Uberto Stabile: ‘Empire Eleison’. Estes dois divulgadores de poesia, são também os principais dinamizadores de dois intensos festivais de poesia e artes – Poesia a Sul, em Olhão, e o Edita em Punta Umbria, onde muitas vezes confluem músicos, como é o caso do In Tento Trio, uma banda com grande ligação ao mundo da literatura.

s2.jpg

IMG_2672.JPGIMG_2668.JPGIMG_2684.JPGIMG_2666.JPG

______________________________________________________________________________________________

sessão #14 | mai.24 / 2019

A Gaveta da Pedra

ROGÉRIO CÃO  |  TERCIO NANOOK

____________________________________________________________________________________________

Rogério Cão | voz, textos                Tercio Nanook | guitarra eléctrica

‘A Gaveta da Pedra’ é também o nome do livro que o artista Rogério Cão editou em 2018, pela  editora Sílabas & Desafios. A apresentação deste objecto literário, dada a sua actividade como actor, ganhou obviamente contornos de performance teatral. O autor diz os seus textos, sendo a performance e composição musical da responsabilidade do guitarrista Tercio Nannok.

ROGÉRIO CÃO - Cópia.jpg

88416887_132599718153868_6363826778758184960_n.jpg89058051_483176022565198_8283393030803685376_n.jpg

______________________________________________________________________________________________

sessão #13 | mai.3 / 2019

Chão de Livros

MANUEL SANTOS  |  JOÃO SALERO

____________________________________________________________________________________________

                                                    Manuel Santos | voz        João Salero | saxofone

Desafio aceite, encontro casual entre o saxofone e a poesia, um bar, um grupo de amigos. A singularidade de uma conversa, discurso de imaginários, passado, presente, futuro. Jazz, Bossa, Tango, vozes... A vida insinuada pela música, pela palavra que se quer quente. E urgente. Que se quer viva. Como gente. Uma iniciativa da CAC no apoio dado à  "construção" de uma Biblioteca móvel itinerante, "Mercador do Sul /Chão de Livros" - consulta, empréstimo, troca justa, livraria de usados. Palavra a palavra, verbo a verbo, mão a mão ! Em breve na estrada...!

CHÃO DE LIVROS.jpg

P1260336.JPG

______________________________________________________________________________________________

sessão #12 | abr.27 / 2019

Era Uma Vez Um País

RICARDO MARTINS |  JÕAO PEREIRA

____________________________________________________________________________________________

                                          João Pereira | voz        Ricardo Martins |  piano eléctrico, voz

«Era uma vez um País» é um espectáculo que percorre a poesia e a música de intervenção,  que proclama os ideais da democracia e que ilustra de forma inequívoca uma  visão social do Portugal antes do 25 de Abril, num país que clamava por Liberdade… Partindo do poema ‘As Portas que Abril Abriu’ de Ary dos Santos, vai desfiando versos e canções que se tornaram um símbolo dos valores de Abril. Poetas como Manuel  Alegre ou Natália Correia; canções que vão de Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira sem esquecer o icónico ‘E Depois do Adeus’ de Paulo de Carvalho e ainda ‘Pedra Filosofal’ e ‘Grândola Vila Morena’. Em palco João Pereira dá voz aos poetas interpretando versos que se misturam de forma natural com os temas executados ao piano e cantados por Ricardo Martins, conferindo um toque intimista que procura envolver o público nas palavras e nas melodias que são acompanhadas por uma componente visual ilustrativa.

ERA UMA VEZ UM PAÍS - Cópia.jpg

58461572_797055400680032_4641359384834736128_n.jpg

 

______________________________________________________________________________________________

sessão #11 | abr.5 / 2019

Poezia Bruxa

PEDRO MONTEIRO   |   PAULO STRAK

____________________________________________________________________________________________

                                  Pedro Monteiro | textos e  voz        Paulo Strak |  música e contrabaixo

Os princípios e os fins das letras, do boi à adaga, mais todas as vogais de som continuo e ainda o ritmo profundo. Os segredos da terra e dos seres encontrados nas palavras, destilando símbolos e sons ancestrais que vagueiam nas profundezas do existir e que desvendados no ritual aperfeiçoam a vida e a morte. Poezia Bruxa com contrabaixo é uma braza acesa.

POEZIA BRUXA.jpg

56174970_784768098575429_2844786788394860544_o.jpg

 

______________________________________________________________________________________________

sessão #10 | mar.28 / 2019

O Pássaro Escritor

MARIA ADELAIDE FONSECA   |   RICARDO COELHO

____________________________________________________________________________________________

                                  Maria Adelaide Fonseca | voz        Ricardo Coelho |  piano eléctrico

'O Pássaro  Escritor' é um recital dedicado aos alunos do 1ºciclo. O projeto alia a música à poesia, numa simbiose muito sensível que é característica destes dois mundos. Marca uma fronteira muito ténue entre a poesia/palavra e a poesia/música. É nesta sensibilidade que se desenvolve este projeto dirigido a crianças. Poemas de Fernando Pessoa, Cecília Meireles, Manuel António Pina, Maria Rosa Colaço, Luísa Ducla Soares, João Pedro Mésseder entre outros, aliam-se a compositores como L. V. Beethoven, Heitor Villa-Lobos, Debussy, Ivo Cruz, Freitas Branco, Astor Piazzola entre outros também.

PASSARO ESCRITOR.jpg

P1260239.JPG

 

______________________________________________________________________________________________

sessão #o9 | mar.22 / 2019

Em Alta Voz - Micro Aberto

STELMO BARBOSA   |   FRANCISCO NASCIMENTO  |  ACANTO TC

____________________________________________________________________________________________

          Francisco Nascimento | guitarra     Stelmo Barbosa  |  guitarra, flauta      Acanto TC  |  vozes

Sessão de leitura de poesia – Em Alta Voz – com Microfone Aberto ao público que traz os poemas que quer ler, podendo esses ser de sua autoria. A inspiração entre os textos será feita pelas guitarras de Stelmo Barbosa e Francisco Nascimento interpretando peças primaveris. A associação Casa Álvaro de Campos servirá uma pequena ceia após o acto, para continuar o convívio de comemoração nesta dia seguinte….. ao Dia Mundial da Poesia (21 março).

CARTAZ POEMUS #9.jpg

54522589_777193925999513_3198206354258919424_o.jpg54517258_777193605999545_3936179489167376384_o.jpg

55726419_777194709332768_6726922622472290304_o.jpg54516992_777194549332784_727329694847860736_o.jpg54515641_777193209332918_5223730179641180160_o.jpg

 

______________________________________________________________________________________________

sessão #o8 | mar.1 / 2019

Interdito, A Quem Não Sente!

KILAVRA

____________________________________________________________________________________________

                            Armando Correia  |  voz, poesia                    Trinchax | electrónica

Palavras tricotadas com sentimento, soltam-se da boca em bocados de renda enquanto notas electrónicas bordam poemas sem regras. E assim se pronuncia: KILAVRA. Projeto de palavra dita sem estética, com sonoridades electrónicas criadas ao vivo. Textos da autoria de Kijota com outros sacados na net e ambientes sonoros da autoria de Trinchax. Projecto interdito a quem não sente.

52641233_1025390054327188_8602467199195545600_n.jp

K3.jpg

 

______________________________________________________________________________________________

sessão #o7 | fev.1 / 2019

MicroContos Poéticos

FERNANDO GUERREIRO

____________________________________________________________________________________________

                            Fernando Guerreiro | Voz, Ukelele (‘Chico’)

Conta os Microcontos  que escreve - pequenas narrativas que contam uma história e que deixam sempre muitas pontas soltas para que quem os ouve possa pegar e atar novas narrativas e construir a sua própria história.

MICRO.jpg

IMG_1913.JPG

 

______________________________________________________________________________________________

sessão #o6 | jan.18 / 2019

Fado Maior

HELDER JOAQUIM GONÇALVES

____________________________________________________________________________________________ 

Helder J.Gonçalves | voz, poesia         Ricardo Martins | guitarra       Bruno Davide | guitarra

'Fado Maior'  é uma viagem poética pelas melodias existentes para o fado tradicional. Hélder J. Gonçalves escreveu cerca de 41 poemas originais que compilou no livro ‘Fado Maior’ (Lua de Marfim,2016), identificando o fado que se liga a cada letra. E depois, ... fazia todo o sentido que se unissem, poema e música, no formato canção, e fossem tocadas e cantadas ao vivo.


FADO MAIOR.jpg

IMG_1855.JPG

04/03/20

TEMPORADA 2018

______________________________________________________________________________________________

sessão #o5 | dez.28 / 2018

Esboça Poesia

IS BOSSA JAZZ TRIO

____________________________________________________________________________________________ 

Carlos Mendonça | flauta transversal, guitarra, voz       

Alexandre Carvalho |  guitarra, bandolin       Paulo Santosh | guitarra baiana, percussão 

Um projecto musical que reune 3 músicos com vertentes e experiências musicais distintas, e que se juntam para rever e apresentar temas com uma leitura e aproximação jazzista de vários estilos da música brasileira. Um espetáculo dedicado à poesia onde revisitam cantautores e poetas como Vinicius de Moraes, Chico Buarque, Aldir Blanc, Tom Jobim, Djavan, Gilberto Gil, entre outros.

POEMUS #5 - CARTAZ.jpg

IMG_1804.JPG

______________________________________________________________________________________________

sessão #o4 | dez.14 / 2018

As Pessoas de Pessoa

JOÃO PEREIRA com JOÃO LELO

___________________________________________________________________________________________

João Pereira |  voz       João Lelo |  guitarra

Recital, em que João Pereira dá voz a vários momentos poéticos da obra dos principais heterónimos de Fernando Pessoa, com a guitarra de João Lelo a intrometer-se, e a servir de ambiente sonoro às palavras de «Passagem das Horas», «Tabacaria» ou «Chove. É dia de Natal.»

POEMUS #4 - CARTAZ.jpg

P1250785.JPG

______________________________________________________________________________________________

sessão #o3 | nov.30 / 2018

Parabéns Sr. Fernando

AFONSO DIAS

_____________________________________________________________________________________________  Afonso Dias | composição e interpretação

Nos 130 anos (143 da morte) de Fernando Pessoa apresenta o musico, compositor e poeta uma viagem pela fantástica obra do poeta e seus heterónimos, e com uma visita inesperada de António Aleixo em desgarrada com o poeta da Mensagem. Modos e Olhares podia ser um outro nome para este recital com muita poesia, fados e canções.                                                                                                             

POEMUS #03 - CARTAZ.jpg

P1250751.JPG

______________________________________________________________________________________________

sessão #o2 | nov.2 / 2018

Diálogo (S)

LÍNGUA NO OUVIDO

__________________________________________________________________________________________      Luís Ene | voz, poemas e prosas              Todd Sheldrick | trompa, corpo e brinquedos

Um escritor lê os seus textos, um músico responde-lhe, o diálogo desenvolve -se e cresce entre palavras e sons, criando novos sentidos e sonoridades.

A ironia, o lirismo, o improviso e o virtuosismo vão do Algarve aos Estados Unidos e voltam num verdadeiro corridinho surreal.

POEMUS #2 - CARTAZ.jpg

P1250582.JPG

___________________________________________________________________________________________

sessão #o1 | out.26 / 2018

Heteronymic Variations (*ISA) Improvisitional structures and actions for piano

MAC DUNLOP

___________________________________________________________________________________________

Mac Dunlop | piano, sons digitais, poesia

Inspirado em Fernando Pessoa, esta performance é uma série de estruturas composicionais performativas que tentam isolar o ‘ponto’ e ‘junção’ entre o instrumentista e o piano no momento flutuante do seu encontro e interação.
Vários poemas compostos para voz de computador em que essas vozes artificiais são ‘heteronímicas’ em relação ao seu autor, isto é, enquanto geradas digitalmente, elas parecem ter a consciência de estarem presentes no seu próprio espaço evocativo, no evento.

POEMUS #1 - CARTAZ.jpg

P1250514.JPG

imagem de perfil

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.